VIVIANE DE JESUS CONCEIÇÃO CAMPOS

Português, Brasil
Nome do Projeto: 
Habitação para o Centro Histórico de Salvador, vivo e plural: O direito à cidade fortalecendo a moradia popular e a geração de renda no Casarão 18
Resumo do trabalho: 

A proposta elaborada neste trabalho é resultado do Curso de Especialização em Assistência Técnica para Habitação e Direito à Cidade da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (RAU+E/UFBA), desenvolvida nos anos de 2017/2018, em sua terceira edição, como atuação em campo da terceira turma de especialização nessa temática. Após o primeiro período de preparação teórica, as demandas apresentadas para esta turma foram distribuídas por áreas de atuação dentre os residentes. Este recorte caracteriza-se por ser uma edificação sem uso há 13 anos, no centro da cidade, ocupado com altas variabilidades no número de famílias. As demandas apontadas pelo MDMT ressaltam as condições precárias de moradia, de trabalho e de espaços para atividade culturais. Desta forma, insere-se na problemática do centro histórico com o aumento da informalidade, tanto da moradia quanto da obtenção de renda para subsistência dos moradores. Esta condição acaba se acentuando com a implementação de programas e projetos que visam a revitalização do centro e o esvaziamento de moradia popular da área central. Dessa forma, o trabalho propôs apontar diretrizes de intervenções voltadas para o desenvolvimento, consolidação e possibilidade da permanência no local, pelo direito à cidade e esse trabalho trata -se de uma das propostas especificas voltado para a questão da geração e renda A metodologia de aproximação ao território foi desenvolvida com visitas de campo, entrevistas, consulta a dados secundários e oficinas, por meio da mediação entre técnicos e moradores, inclusive no processo de assistência técnica prestado pela equipe.

Turma: 
Turma 2017-2018

Realização