DÉBORA MARQUES DA S. ARAÚJO

Português, Brasil
Nome do Projeto: 
Proposta de gestão compartilhada para a implantação do Parque Theodoro Sampaio, na área do "miolo" de Salvador - BA
Resumo do trabalho: 

A implantação de um Parque Urbano, nessa área, mostra-se importante por diversas razões: seja por suas características ecológicas  –  a permanência de uma significativa massa vegetal representativa do  bioma  Mata  Atlântica,  em  estágio  secundário  de  recuperação,  que  permitirá  um  refrigério  das condições microclimáticas do Miolo e o abrigo da fauna nativa, dentre  outras propriedades; seja por suas características sociais  –  situado na abrangência de 5 (cinco) bairros, residenciais em sua maioria, pode se tornar um equipamento urbano de lazer, socialização e educação ambiental da população local, até  mesmo  atingindo  bairros  situados  em  toda  a  cidade;  e  ainda  por  características econômicas/fundiárias  –  a maior parte de suas áreas são de propriedade da União, o que certamente dispensaria ao Município investimentos vultosos em aquisição de terras. O Parque, após a sua implantação, propiciará uma série de novos usos que potencializam a sua conservação, concorrendo para o  bem-estar de um amplo contingente populacional. Para tanto, a sua gestão deverá seguir um modelo que permita acoplar a pluralidade de todos os agentes envolvidos no processo, para que haja a eficácia e permanência do equipamento urbano nesta área na cidade. A  fragmentação  da  propriedade  fundiária  do  Parque,  poderia  se  tornar  uma  problemática  caso fossem implementados os modelos tradicionais de gestão. Para tanto,  o modelo proposto neste plano, e que se adequa com a realidade encontrada, será o da “Gestão Compartilhada”. Este novo instrumento de  co-gestão  proporcionará  aos  “Guardiões  proprietários”  e  “Guardiões  parceiros”  do  Parque  -  um maior entrosamento e trará comprometimento nas atividades de conservação, fiscalização, manutenção e permanência deste espaço, cada um sabendo a sua exata função. (...) A  proposta  da  Gestão  Compartilhada  no  plano  para  implantação  do  Parque,  dar-se-á  entre  os “Guardiões  do  Parque  Theodoro  Sampaio”,  sendo  estes:  os  “Guardiões  Proprietários”  da  área  -União/MAPA, Município de Salvador e Terreiro Bate-Folha; além do “Guardiões Parceiros” como a  ACOPAMEC e demais associações de bairro; o CETAS/IBAMA, a ONG PNPC/Condomínio Recanto Verde, e dos atuais degradadores, que com a mudança nas suas ações poderão salvaguardar e se tornar futuros guardiões do Parque.

 

Turma: 
Turma 2015-2016

Realização