ANA LUÍZA TEIXEIRA SILVA

Português, Brasil
Nome do Projeto: 
Habitação para o Centro Histórico de Salvador, vivo e plural: O Casarão n°18 da Ladeira da Praça.
Resumo do trabalho: 

A presente proposta abordará o Eixo de Projeto Arquitetônico. O trabalho parte do entendimento de que a habitação não deve ser tratada e valorizada apenas a partir do objeto em si, mas a partir das relações estabelecidas na cidade. É preciso que a moradia esteja integrada a espaços de geração de renda e, especialmente, serviços públicos. É, portanto, fundamental tratar do tema da habitação social nas áreas centrais das cidades. Por outro lado, realizar um projeto habitacional em edifícios de valor cultural, sobretudo quando se trata da adaptação de espaços que no passado destinavam-se a outros tipos de uso, é especialmente delicado. A partir da compreensão de como pode funcionar, ao longo do tempo, a assistência técnica nesse caso, o trabalho será dividido em 4 etapas: a primeira e a segunda, propõem melhorias habitacionais relativas à manutenção e conservação do edifício, além de um projeto proposto para o estacionamento no terreno do Casarão. A terceira e quarta etapas, apresentam soluções de projeto arquitetônico e caminhos fundamentais para realização de moradia digna. Esta proposta irá contemplar as primeiras etapas, tendo como objetivo sistematizar um material sobre as patologias presentes na edificação, indicando métodos e técnicas de conservação, manutenção e reparo, que irão respaldar a concretização do projeto arquitetônico, como também, possibilitar a realização de uma assistência técnica imediata. Para análise dos danos, foi realizada uma série vistorias no local – utilizando como suporte metodológico, sobretudo, o “Manual de Conversação Preventiva para Edificações” elaborado pelo IPHAN – conjuntamente com uma pesquisa documental (levantamentos arquitetônicos e fotográficos, coleta de dados em arquivos públicos e privados e coleta legislação existente). Nessas inspeções, foi levantando o maior número possível de subsídios para o entendimento dos problemas, para a partir daí estabelecer a definição da conduta de intervenção mais conveniente. Os resultados apontam possíveis reparos que podem ser realizados imediatamente, como também, a necessidade de o trabalho ter uma continuidade para um maior aprofundamento.

Turma: 
Turma 2017-2018

Realização